quinta-feira, março 9

Laboratório da Chegada-Preparação para a entrega.

O Laboratório da Chegada é meu velho conhecido. Pratiquei-o durante 2 anos na Faculdade e depois me dispersei, nunca mais. Parece que não faz sentido praticá-lo se não estamos inseridos num processo de pesquisa, o que é totalmente inverdade.
Tive meu primeiro contato com essa prática com um mestre, o mesmo do "me faça uma pergunta depois do ensaio!", professor Antônio Januzeli (Janô), na Universidade de São Paulo.
Este laboratório consiste na conscientização do ator no trabalho que irá executar. Como preparar seu corpo para começar uma prática de entrega? Como o ator se torna disponível? É como se fossemos dar um presente a alguém e preparamos o embrulho, o cartão, os dizeres pessoais, aí sim damos o presente! Então como agregar valores ao trabalho do ator?
Essa é uma saída: perceber o chegar. Se ambientar com a sala de ensaio, o cheiro, os sons do local, a temperatura e se adequar a tudo isso sem que o ambiente o agrida ou oprima. Tomar consciencia de que a hora de trocar a roupa do dia pela roupa do ensaio é uma preparação fundamental para as próximas horas; botar os pés no chão e sentir o frio do piso, esticar os dedos dos pés, entrar em contato com o ambiente, também prepara para a vivência, e o mais importante de tudo isso: Contato com os colegas de trabalho. Contar BREVEMENTE como foi seu caminho até o ensaio, se algo de bom ou ruim aconteceu. Se tocarem, sorrir, ajudar um ao outro a abotoar a blusa, ou amarrar o cabelo. A doação começa daí! Um beijo ou um abraço de boas vindas para aquele que chegou indevidamente atrasado... Tudo isso integra e prepara terreno para a entrega. Mas que seja breve, sem comodismos e principalmente, sem flacidez! Nada de bunda no chão, ou mãos na parede. Nada de dispersar energia falando mal de alguém ou algo, fofocando sobre amenidades... não poluindo a cabeça com qualquer pensamento que seja dispersivo. É deixar o pensamento chegar e passar, como nuvens num dia ensolarado. Deixa vir, refresque-se na sombra, mas deixe passar.
Normalmente o laboratório de chegada não deve ultrapassar 20 minutos porque depois disso, o corpo acostuma à inércia, então a transição para o aquecimento corporal e vocal deve ser feito imediatamente.
Tenho certeza que isso todos nós fazemos em nossos processos tanto como atores como orientadores de práticas, mas o importante é ter consciência da necessidade de fazê-lo.
Agora mequestiono: Apenas os atores deveriam ter tanto zelo na preparação para mais um dia de trabalho?
alissandrarocha@gmail.com

Mais informações sobre o conceito de Laboratório:
A Aprendizagem do Ator
Antônio Januzelli
Editora Ática - Série Princípios

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home


Web Site Counter