quarta-feira, março 1

Num bosque - Fui ver

Ontem fui passear!

Escolhi o figurino, tomei um banho, me vesti, recomendei ao filhote que fosse um bom menino pra tia Claudia (minha irmã) e saí correndo pra pegar o ônibus.

Cheguei, entrei na fila, acenei pros amigos que chegaram antes e continuei a leitura (não saio de casa, pra pegar uma fila, sem levar um livro comigo...) Esperei. Paguei meus R$ 1,50 e finalmente pude cumprimentar os amigos e o amigo novo que conheci lá, o Rodrigo. Falamos sobre teatro, e pra variar o tema, sobre livros. Novas leituras dos livros velhos. A Lili com Peter Brook. Alguém disse que "pra ser mulher tem que ter culhão". E também conversamos sobre orkut, seus pecados e valores e Blogs, comentários e a vida pra levar.

Entramos na sala de espetáculo.
Saímos da sala de espetáculo.

Rimos, muito. Choramos também. Filosofamos e limpamos o veneninho do canto da boca.
Dividimos os destinos. Quem vai de Metrô, quem vai de carona... Beijos e abraços.

Meu passeio foi ótimo!

Ah! Esqueci de dizer... Era uma peça. Pena que não teve.
Teatro? Eu não vi...

4 Comments:

At 10:32 PM, Blogger Márcia Nestardo said...

Márcia... você devia se envergonhar!

Que porcaria de crítica é essa, que nem tem o respeito de dar créditos ao espetáculo?

Sei que você não gosta de fazer isso. Mas foi impossível achar algo pra se gostar.

Lembra. Daqui cinco meses, você vai estar lá, talvez no mesmo palco. Faça seu trabalho. Mostre alguma coisa que presta. Respeita teu público.

 
At 11:32 PM, Blogger Alissandra Rocha said...

Má, mais uma vez eu tb falhei em fazer a minha crítica... Gostaria de fazer minhas suas palavras de quão gratificante foi esse passeio para mim. AMIGOS. Estive com AMIGOS e isso valeu qualquer dinheiro gasto ou tempo perdido. Estive com pessoas que estiveram presente. Não fui só ver a eça que não estava lá, mas tb fui bater papo com pessoas que estavam mais vivas do que nunca!

 
At 1:28 AM, Blogger Claudio Rosa said...

Farei igual a Janô que não conheço! ( Pronto o Claudio ficou louco de vez, além de dramaturgo, poeta e sem dinheiro, agora é louco ou será o contrário)
Meninas sentem aqui!
Não, não falem nada! Olha...não! Engole o choro.
A peça foi péssima, críticas existem para isso, infelizmente doa a quem doer.
Não foi desrespeito nosso.
Reunimos amigos, grandes amigos para ir ao teatro PAIXÂO maior de muitos que ali estavam e não se teve teatro, não se faz isso...oferecer doce a uma criança e depois não dar...isso é pecado, Papai do céu não gosta!!!
Opa me perdi...tem que criticar sim!
Quanto ao passeio não no Bosque mas cidade, este foi legal teríamos aproveitado mais se durante uma tivessemos ficado conversando...

 
At 4:00 AM, Blogger Johnny Kagyn said...

Assino em baixo do comentário do Claudio. Se vamos ao teatro, queremos teatro. O nome do diretor até me remeteu a uma coisa, Francisco de Assis não é o Chico de Assis. Não que o Chico de Assis não faça coisas horríveis (e faz!), mas tecnicamente sempre inquestionáveis. Você pode não gostar da temática, das opções e das vontades, mas sempre encontrará qualidades técnicas. O principal problema de "Num Bosque" é que tecnicamente e em todos os outros aspectos (vontades, opções). E não serei eu que protegerei um grupo de "profissionais" por corporativismo, ou medo das críticas que receberemos.
Quem se propõe a colocar algo no palco. tem que ter o mínimo de responsabilidade.

 

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home


Web Site Counter