quarta-feira, junho 7

Meyerhold e a Grande Descoberta




Segunda-feira (05/06/06) fui à exibição do video "Meyerhold e a Biomecânica", no Teatro Fábrica, aqui em São Paulo. O evento contou com a exibição deste video onde continham os principais estudos de Meyerhold apresentados de forma didática e bem ilustrados pelo mestre Gennadi Bogdanov, diretor do Instituto Meyerhold de Moscou, além de trechos do espetáculo "O Inspetor Geral" de Gogol, onde Meyerhold dirigiu segundo os estudos de sua Biomecânica. O evento contou também com os comentários de Kátia Cípris, brasileira residente em Berlim, que trabalha há 3 anos com Gennadi.
Eu havia participado no ano de 2002 de um seminário sobre Biomecânica ministrado pela conhecedora no assunto Maria Thaís, hoje professora na ECA-USP, porém não havia entendido a real necessidade da Biomecânica. Até que vi, neste famigirado video, o próprio Meyerhold, vestido de bufão, paramentado com meia-máscara, num monólogo delicioso ( em russo ) com sua partitura corporal belíssima e limpa. Não via os estudos em cena, vi o que se faz com os estudos, o que se põe em prática depois de ter absorvido os exercícios de repetição.
Acredito que aqui cabe uma pequena explicação do que se trata Biomecânica, certo? Em linhas gerais, e bem resumidamente - porque eu quero que você sozinho vá procurar a profundidade do assunto - a Biomecânica consiste em 16 estudos de movimento, todos entitulados com a ação a ser reproduzida, por exemplo: Golpe com Adaga, Atirando a Pedra, Disparando o Arco, Soltando o Peso. Nestes exercícios há uma sequência lógica de ações, onde o ator toma consciência do seu corpo no espaço, e da importância de estar totalmente presente na ação.
AÇÃO. Chegamos ao ponto da Biomecânica e no centro de tudo. Lee Strasberg disse certa vez aos alunos de Meyerhold: "Mas o mestre de vocês não quer atores que sintam emoções? Ele quer apenas papagios que repetem formas?" E um dos atores respondeu: "Ele nos ensinou através da ação alcançar a devida emoção, mas até agora ele nos ensinou apenas a primeira parte, a Ação. Depois vem a segunda lição." Mas, Meyerhold morreu antes disso.
Aqui também serve outra breve explicação: Meyerhold morreu em 1940. Fuzilado. Na Rússia. Por Stalin. Acusado. Do que? Baseando-nos nessa frase de Meyerhold acho que conseguimos entender o que grandes descobertas causam nos seus tempos: "Se quero um novo teatro, tenho que ter novos homens. Atores Revolucionários!"
Para saber mais: A Biomecânica de Meyerhold (ORKUT)
CONRADO, Aldomar. O teatro de Meyerhold. Rio de Janeiro, Civilização Brasileira, 1969.

alissandrarocha@gmail.com

2 Comments:

At 2:11 PM, Blogger Johnny Kagyn said...

É professora você me deixou interessado. Agora me diz uma coisa, isto tudo não é muito parecida com o Teatro Nô? Este lance do estudo dos movimentos, da ação do movimento no tempo-espaço...?

 
At 3:43 AM, Blogger Alissandra Rocha said...

Exato querido aluno!
Uma das grandes influências dos estudos de Meyerhold é o teatro oriental: Nô, Katacali, os estudos dos atores da Ópera de Pequim, Butô... Precisão do movimento e domínio da idéia de otimização do tempo no espaço.
Lembrando que estamos tratando de uma descoberta no tempo do Taylorismo e da Reflexologia de Pavlov ( Behaviorismo ).

 

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home


Web Site Counter